Textos

A CRISE PERMANENTE DO FUTEBOL BRASILEIRO
A CRISE PERMANENTE DO FUTEBOL BRASILEIRO


O fato de os times considerados grandes terem em seus elencos grande quantidade de jogadores estrangeiros e técnicos comprova que nosso futebol segue em queda livre . 66 jogadores estrangeiros atuam no Brasileirão 2019 , sendo o Santos e o Internacional os times com maior quantidade. O clube gaúcho tem sete estrangeiros no elenco. O Santos também possui sete , além do técnico que é argentino.
Lembro que , à época de ouro do nosso futebol, era raridade um clube possuir um estrangeiros em seu elenco. Estou procurando aqui na memória e encontrei o Figueroa , zagueiro chileno , que atuou pelo Internacional de Porto Alegre nos anos 1970. Obviamente, existem outros mas no momento não consigo recordar .Todavia , o fato é que jogador estrangeiro era exceção e não regra. E olhe que Figueroa era e ainda é considerado por muitos como o maior zagueiro de todos os tempos.

Quem acompanhou a época de ouro do futebol brasileiro sabe que alguns times continuam sendo considerados “gigantes” apenas por tradição histórica, pois tecnicamente e , em outros aspectos , não há mais nenhum “gigante”.
No Rio de janeiro, Botafogo , Vasco , Fluminense enfrentam há anos crise financeira, administrativa e técnica . Os três já caíram para a Série B . O Fluminense, inclusive, já caiu para a Série C.
O Flamengo oscila tecnicamente, sendo eliminado recentemente da Copa do Brasil , no Maracanã , pelo Athletico paranaense . No jogo da volta pelas oitavas de final da Libertadores, passou pelo Emelec nos pênaltis por 4 x 2 , sendo a soma dos resultados 2 x 2 . Apesar de ter vencido o jogo da volta , o time rubro-negro praticou um futebol de má qualidade, especialmente no segundo tempo.  
O Botafogo vive séria crise financeira, a ponto de ser necessário que torcedores ricos façam “vaquinha” para pagar parte de salários de jogadores considerados importantes.
Em São Paulo, Palmeiras, Corinthians já caíram para a Série B . O Palmeiras foi eliminado da Copa do Brasil e mesmo se classificando para as quartas de final da Libertadores, o Verdão segue praticando também futebol de má qualidade. O Santos sinaliza como o time que joga futebol vistoso , mais em razão de ter importado muitos jogadores e o próprio técnico. O São Paulo se recupera no Brasileirão Série A 2019 , mas é um time que ainda busca se solidificar tecnicamente.
No Rio Grande, Grêmio e Internacional já caíram para a Série B . O Inter apesar de não ter um grande time, está em ascensão técnica e pode conquistar títulos importantes na temporada, a exemplo do Santos por causa da grande quantidade de estrangeiros no elenco.
Em Minas, o Atlético já caiu para a Série B e tem apenas um time brigador , sem qualidade técnica.
O Cruzeiro vive às turras com acusação de envolvimento de membros importantes da diretoria em crimes. Amarga há varias rodadas a Zona de Rebaixamento do Campeonato brasileiro da Série A 2019, embora faça boa campanha na Taça Libertadores.
O Athletico paranaense vem se fortalecendo em todos os aspectos nos últimos anos e , poderia em breve , acenar como clube-modelo para os considerados “gigantes” e para as demais agremiações.
Apesar da conquista da Copa América no Brasil em 2019, a seleção brasileira está ainda muito longe de mostrar o bom futebol que outrora o solidificou como o melhor do mundo.
Outro acontecimento que comprova que nosso futebol continua em queda é o fato de pelo segundo ano consecutivo, nenhum jogador brasileiro fazer parte da lista dos dez melhores do mundo, ranking organizado pela Fifa. Somente o técnico da seleção, Tite, fez parte da lista dos dez melhores treinadores, em razão de ter conquistado a Copa América.
A gestão do futebol brasileiro é "nova", entretanto seu atual presidente é apadrinhado do presidente anterior, Marco Polo del Nero, que foi banido do futebol pela FIFA por corrupção e suborno.
O remendo é novo, mas o pano é velho.
Diante disso, não é possível vislumbrar "luz no fim do túnel" para o nosso combalido futebol.
Marcos Antonio Vasconcelos
Enviado por Marcos Antonio Vasconcelos em 29/07/2019
Alterado em 02/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários